⚡️ #993: O que esperar das notícias da semana em 3 minutos de leitura

⚡️ #993: O que esperar das notícias da semana em 3 minutos de leitura

⚡️ #993: Como vão ser as notícias da semana (18 a 24.set) em 3 minutos de leitura

Esta curadoria do Correio Sabiá recebe atualizações para te manter bem informado/a ao longo do(s) dia(s)
Correio Sabiá mostra as principais notícias do dia com uma curadoria de conteúdo / ? engin akyurt/Unsplash
Correio Sabiá mostra as principais notícias do dia com uma curadoria de conteúdo / ? engin akyurt/Unsplash

A semana começa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em viagem. Começou por Havana (Cuba), na última sexta-feira (15.set.2023) para participar da reunião do G77 + China. Agora, está em Nova York (Estados Unidos), onde discursa na terça-feira (19.set) na Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas).

O encontro de Lula com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ocorre na quarta-feira (20), quando lançam juntos uma iniciativa global para promoção do trabalho decente.

  • (Parênteses, para recordar): No dia 10 de setembro, Lula retornou da viagem que fez à Índia, onde participou de encontro do G20 (grupo formado pelos países com as 20 maiores economias do mundo). ?? Teve 7 encontros bilaterais. ? Diplomaticamente, pegou mal quando disse que o Brasil não prenderia o presidente da Rússia, Vladimir Putin, se quisesse comparecer presencialmente ao Brasil em 2024, no próximo encontro do grupo. ???

Na mesma quarta-feira (20) em que encontra com Biden há anúncios da taxa básica de juros tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. Por aqui, a expectativa é de que haja a 2ª redução consecutiva, desta vez de 13,25% para 12,75% ao ano. Por lá, o intervalo de 5,25% a 5,5% pode ser mantido.

  • ?️ A previsão das notícias está listada por data na Agenda da Semana do Correio Sabiá.

No noticiário econômico, os Bancos Centrais de Inglaterra e Japão divulgam dados de inflação nesta semana na quarta (20) e na quinta-feira (21), respectivamente. Na Europa, a divulgação da inflação ao consumidor ocorre na terça-feira (19). Por lá, na semana passada, houve mais um aumento na taxa de juros da zona do euro, que levou o patamar para o intervalo de 4,25% a 4,50%.

  • A semana, portanto, terá divulgação de vários indicadores. Além de mexerem com a economia, essas divulgações também repercutem na política. Basta lembrar que o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, vinha sendo constantemente cobrado por aliados do governo federal para que a instituição iniciasse o ciclo de reduções de juros. Essas críticas diminuíram.

No Congresso, as pautas econômicas também avançaram. O arcabouço fiscal já foi aprovado e sancionado. Virou lei. A proposta de Orçamento para 2024 já foi enviada pelo governo e agora está sendo analisada pelos congressistas. Deve sofrer alterações. É importante saber que essas discussões sobre o Orçamento devem estar no noticiário dos próximos dias, assim como tratativas sobre a reforma tributária.

Desdobramentos de CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) e de operações que miram o ex-presidente Jair Bolsonaro e seus aliados no suposto caso das jóias também devem estar no radar. Mostramos na semana passada, numa de nossas curadorias de notícias enviadas no WhatsApp, que o tenente-coronel Mauro Cid (ex-ajudante de ordens do Bolsonaro), fechou acordo de delação premiada com a PF (Polícia Federal).

  • Cid está preso por falsificar a própria carteira vacinação contra a covid-19. ??? Teria feito o mesmo para Bolsonaro permanecer nos Estados Unidos. ?? Bolsonaro diz ser vítima de perseguição política. ? O PL (Partido Liberal) se movimenta para entender o impacto eleitoral desse caso no ano que vem, já que tem em Bolsonaro uma esperança de eleger mais prefeitos. ?️ O procurador-geral da República, Augusto Aras, chefe do MP (Ministério Público), foi contra o acordo e declarou que a tarefa de fechar uma delação premiada deveria ser do MP, e não da PF. ⚔️ Governistas dizem que Aras “tem lado”, porque foi escolhido por Bolsonaro.

Sobre o Judiciário… O STF (Supremo Tribunal Federal) condenou na semana passada as primeiras pessoas por participação nos atos extremistas do 8 de janeiro de 2023. Havia uma divergência entre os ministros Alexandre de Moraes e Kassio Nunes Marques, que acreditavam em penas completamente distintas. ??‍⚖️⚔️??‍⚖️ O 1º, 17 anos. O 2º, 2 anos e meio.

  • O que prevaleceu: 3 pessoas foram condenadas, sendo 2 réus a 17 anos e 1 réu a 14 anos.

Já a Câmara votou e aprovou uma minirreforma eleitoral. O texto traz novidades, como: a legalização de candidaturas coletivas para deputados e vereadores; e a obrigatoriedade de o transporte público ser gratuito no dia das eleições. ?️? O texto também altera prazos da Lei da Ficha Limpa, reduzindo o período de inelegibilidade em algumas situações. Novas regras precisam virar lei até o dia 6 de outubro para que valham na eleição municipal de 2024.

  • ⏳ Agora, o texto está no Senado, onde o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), não garante sua aprovação até o dia 6 de outubro.

Mantenha-se informado/a sobre os principais eventos desta semana na lista que fizemos, que organiza as principais agendas por data.

  • Leia outras notícias recentes do Correio Sabiá:

Vale sempre lembrar que você pode e deve seguir o Correio Sabiá, @correiosabia, em todas as redes sociais: combatemos a desinformação, porque achamos que uma sociedade bem informada toma decisões melhores.

leia mais