Nossa última semana de 2023 🪫🎉

Nossa última semana de 2023 ??

O Correio Sabiá entra em sua última semana de 2023, do dia 18 ao 24 de dezembro. Estamos extremamente felizes com todas as conquistas que tivemos ao longo do ano, no qual fomos selecionados em diversos grants/awards e lançamos muitos projetos. Para 2024, o plano é crescer cada iniciativa. Por ora, vamos reduzindo o ritmo para ter o descanso que merecemos.

  • No WhatsApp, vamos pausar as curadorias de notícias até janeiro/2024.
  • No site e nas redes sociais (@correiosabia), vamos continuar ativos, mas numa velocidade menos intensa.
  • Para 2024, pretendemos voltar às atividades mostrando um amplo contexto do Brasil e do mundo, marcando este período de novo começo das nossas tarefas informativas.

Correio Sabiá lança projeto que dá solução para a desinformação eleitoral ?

CEO do Correio Sabiá, o jornalista Maurício Ferro apresentou no dia 12.dez.2023 um dos projetos desta organização de notícias. ??️ O Pulpo Antifiction é uma plataforma que agrega de um jeito super amigável as informações eleitorais de diferentes países, permitindo que você faça descobertas e até comparações de um país com o outro. ??? A iniciativa foi uma das 9 selecionadas no Brasil pelo ICFJ (International Center for Journalists) num programa para combater a desinformação. ??️

Explicamos num webinário, no qual fomos os primeiros a apresentar. ?️ Assista abaixo. ?

Embaixada dos EUA apresenta projeto ambiental do Correio Sabiá ??

O perfil da Embaixada dos Estados Unidos no Instagram compartilhou no dia 7 de dezembro um vídeo do criador e CEO do Correio Sabiá, Maurício Ferro. Nas imagens, Maurício comenta sobre a criação desta organização de notícias –a 1ª do Brasil lançada no WhatsApp– e fala sobre o Ocean Noise Pollution, que é um hub para discutir oceanos com foco em acústica e Blue Economy. Assista abaixo.

O motivo da publicação é que Maurício faz parte da rede Alumni dos Estados Unidos desde 2020, quando foi Professional Fellow por ter sido um dos selecionados no programa Emerging Media Leader. A seleção ocorreu justamente pelos trabalhos conduzidos no Correio Sabiá, lançado em 2018. A iniciativa inovadora para combater a desinformação e fortalecer a democracia credenciou o criador desta organização de notícias a ser considerado um líder de mídia da América Latina, aos olhos do U.S. Department of State.

Era suposto que, por causa desse programa, Maurício pudesse passar 4 meses em Washington, DC, em 2020. No entanto, aquele foi o início da pandemia. Por esse motivo, Maurício foi convidado a ir em 2022, mas para uma conferência de 15 dias que reunia todos os professional fellows daquele período.

Já em relação ao Ocean Noise Pollution, é o braço que o Correio Sabiá criou para produzir reportagens focadas em oceanos e fomentar a discussão sobre o assunto. Sustentabilidade, assim como Democracia, é um pilar da nossa cobertura jornalística.

Desde que foi criado, o Ocean Noise Pollution tem acumulado citações relevantes. Lançamos um documentário no YouTube com legendas em português e inglês, um Instagram próprio (ocean.correiosabia), reportagens, uma seção especial no site do Correio Sabiá e até criamos um site só para o projeto, que pretendemos ampliar em 2024.

Projeto do Correio Sabiá é ‘case de sucesso’ de programa da Meta

O Correio Sabiá foi uma das 80 organizações de notícias do Brasil selecionadas no programa Acelerando Negócios Digitais deste ano (2023), realizado pelo ICFJ (International Center for Journalists) com recursos da Meta. A seleção envolveu apoio financeiro e mentorias, que ajudaram esta organização de notícias a se desenvolver.

Por meio deste programa, decidimos melhorar um projeto que já temos em andamento, chamado platō, que é uma platōforma para conectar a audiência com perguntas a jornalistas/experts capazes de respondê-las.

A interação sem barreiras estimula o contato direto entre as duas partes, de uma forma transparente, gerando mais confiança no jornalismo (um dos mais graves problemas que temos que resolver em nosso ecossistema).

Por meio do programa, o Correio Sabiá passou a desenvolver um plugin, pelo qual toda organização de notícias terá instrumentos para se conectar com sua audiência, melhorando a confiança no jornalismo de maneira geral (e não apenas no Correio Sabiá). Ou seja, queremos dar estrutura para todo o ecossistema possa ficar mais próximo de seus leitores.

Veja abaixo o criador e CEO do Correio Sabiá, Maurício Ferro, apresentando o projeto selecionado como “case de sucesso”:

Correio Sabiá participa de outros webinários e eventos

Recentemente, o Correio Sabiá e seu CEO têm sido chamados a participar de uma série de eventos jornalísticos. Esta organização de notícias tem lançado uma série de projetos e tem tentado se inserir cada vez mais dentro de um nicho que pensa o Jornalismo.

Esses eventos têm ocorrido em português, inglês e espanhol, remotos e presenciais, com amigos e parceiros de diferentes países.

Exemplo: Maurício Ferro representou o Correio Sabiá num webinário que discutiu jornalismo e inovação em mídia. O evento gratuito foi realizado em espanhol, por ter sido convite de uma organização de notícias baseada em Honduras, o Contracorriente.

Na ocasião, Ferro mostrou projetos que o Correio Sabiá tem desenvolvido, como o Pulpo Antifiction e o platō. Nos 2 casos, o Correio Sabiá aposta na interatividade para combater a desinformação, num processo sem barreiras entre organização de notícia e audiência. Dessa forma, todo jornalismo passa a ser um jornalismo de soluções, centrado nas necessidades do leitor.

O Correio Sabiá também convida a participar de seu canal no app de mensagens no WhatsApp. É outra maneira de ampliarmos a conexão.

  • ✅ Basta entrar neste link e clicar em “seguir”, no canto direito superior da tela.

Mesmo com o canal, mantemos grupos no WhatsApp, onde enviamos nossa tradicional curadoria das notícias essenciais, de segunda a sexta-feira, sempre de manhã. Neste caso, você pode entrar e/ou compartilhar este link.

Apoiadores do Correio Sabiá recebem essa curadoria por volta das 7h. Já quem não é apoiador também recebe o mesmo conteúdo, mas um pouco depois, por volta das 8h.

leia mais