Curadoria de notícias #777 do Sabiá (12.mai)

Curadoria de notícias #777 do Sabiá (12.mai)

Curadoria de notícias #777 do Sabiá (12.mai) – Comece o dia voando

Novo ministro de Minas e Energia quer privatizar a Petrobras; Sachsida lista PLs de interesse no Congresso
O novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida / Foto: Divulgação/ Ministério de Minas e Energia
O novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida / Foto: Divulgação/ Ministério de Minas e Energia

Neste resumo você encontrará alguns desses tópicos:

  • Novo ministro de Minas e Energia quer privatizar a Petrobras; como ‘1º ato’, Sachsida pede inclusão da empresa no PPI, cita projetos de interesse do governo no Congresso e fala em seguir privatização da Eletrobras;
  • Ações da Petrobras fecham em forte alta, em meio à ideia de que troca no ministério é mais discurso político do que mudança na política de preços; Ibovespa e dólar também sobem; inflação de abril é de 1,06%, a maior para este mês desde 1996;
  • Lula defende fim do teto de gastos para investir em Educação; MDB, PSDB e Cidadania continuam reuniões para definir sobre candidato único da 3ª via.

Este resumo foi enviado por volta das 7h para quem financia espontaneamente o Correio Sabiá. Em seguida, por volta das 8h, foi enviado gratuitamente para mais de 3,5 mil leitores do Correio Sabiá no WhatsApp, como forma de distribuir conteúdo confiável nas redes e combater a desinformação. Clique aqui para receber.

  • Clique aqui para acessar a Agenda da Semana, onde você encontrará os principais eventos políticos e econômicos esperados para os próximos dias.
  • Clique aqui para se INSCREVER no Sabiá no Ar, o podcast diário do Correio Sabiá no Spotify.

Financie o nosso jornalismo independente. Precisamos de você para continuar o combate à desinformação.

Para ficar de olho hoje:

  • Estados Unidos. Divulgação do índice de preços ao produtor (PPI).
  • Senado. Esforço concentrado para votação de autoridades.

Agora, pegue seu café e vamos ao resumo de notícias:

Ministro de Minas e Energia quer privatizar Petrobras

O novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, quer privatizar a Petrobras. Ele disse nesta quarta-feira (11) que seu 1º ato no cargo “é solicitar ao ministro Paulo Guedes (Economia), que é presidente do Conselho do PPI (Programa de Parcerias e Investimentos), que leve ao Conselho a inclusão da Petrobras no PND (Plano Nacional de Desestatização) para avaliar as alternativas” para desestatizar a petroleira.

Sachsida disse que, “ainda como parte” de seu 1º ato, pedia também “o início dos estudos tendentes à proposição das alterações legislativas necessárias à desestatização da Petrobras”. Ele é ex-assessor especial do ministro Paulo Guedes e assumiu o comando do Ministério de Minas e Energia no lugar de Bento Albuquerque. A mudança ocorreu nesta quarta-feira (11) de manhã. 

O novo ministro também listou uma série de projetos de interesse do governo federal no Congresso Nacional. O Correio Sabiá recebeu o documento do Ministério de Minas e Energia com o discurso do Adolfo Sachsida. E, como de costume, publicamos esse documento em forma de PDF no nosso site, na íntegra. É um jeito de dar transparência ao noticiário.

O Sachsida disse que “precisamos aprovar os seguintes projetos de lei para aprimorar nossos marcos legais e melhorar a segurança jurídica dando a previsibilidade necessária para que o investimento privado flua cada vez mais para o Brasil”. E aí listou quais seriam as normas: 

  • a. PL 414/2021 (antigo PLS 232/2016) – Modernização do Setor Elétrico 
  • b. PL 3178/2019 – Mudança do regime de partilha para concessão 
  • c. [E um plano chamado] Mais Garantias Brasil, que tem itens como:
  1. MP 1085/2021: Modernização de Registros Públicos 
  2. PL 4188/2021: Novo Marco de Garantias 
  3. MP 1103/2022: Novo Marco de Securitização 
  4. MP 1104/2022: Aprimoramento das Garantias Agro

Sachsida ainda afirmou que é “fundamental” dar “prosseguimento ao processo de privatização da Eletrobras”, que é um “sinal importante para atrair mais capitais para o Brasil”, segundo o novo ministro.

Contexto: mudança no ministério ocorre após alta do diesel

A mudança no Ministério de Minas e Energia ocorreu 1 dia depois de a Petrobras anunciar o aumento de 8,87% de reajuste no valor do litro do diesel às distribuidoras. 

Há 60 dias, o litro do diesel já tinha sofrido reajuste em torno de 24%. E agora há expectativa por um novo aumento no preço da gasolina. Categorias e associações diretamente impactadas por essa alta, como os caminhoneiros, que constituem uma base de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL) voltaram a se mobilizar contra a alta.

Aliás, Bolsonaro nos últimos dias também deu diversas declarações críticas à política de preços da Petrobras. E inclusive trocou o presidente da empresa recentemente.

Ações da Petrobras têm forte alta no pregão desta quarta-feira

De qualquer forma, as ações da Petrobras tiveram no pregão desta quarta-feira (11) um dia de forte alta. As ações ordinárias (PETR3) subiram 5,04%, a R$ 36,44, enquanto as preferenciais (PETR4) aumentaram 3,48%, a R$ 33,57.

O motivo disso teria sido a visão de que as mudanças no Ministério de Minas e Energia teriam sido mais uma estratégia política do que de fato uma coisa vá alterar as políticas em curso da Petrobras, como a política de paridade de preços de acordo com a cotação do barril do petróleo no mercado internacional.

A alta da Petrobras, junto com a alta da Vale, por exemplo, ajudou a puxar o Ibovespa no pregão desta quarta-feira. Depois de 4 quedas consecutivas, o índice fechou em alta. Subiu 1,25%, aos 104.396 pontos. Já o dólar subiu 0,21%, a R$ 5,144.

Inflação em abril: 1,06%, maior variação para este mês desde 1996

O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é a inflação oficial do Brasil, ficou em 1,06% em abril de 2022. Foi a maior variação para um mês de abril desde 1996, quando o índice foi de 1,26%.

O resultado foi divulgado nesta quarta-feira (11) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em abril de 2021, mesmo mês do ano anterior, o índice tinha ficado em 0,31%.

Agora, a variação do IPCA nos 12 meses terminados em abril foi de 2022 foi de 12,13%. No período de 12 meses encerrados em março de 2022, ela havia ficado em 11,30%.

Em meio à disparada da inflação, o governo federal anunciou o corte de imposto para importação de 11 produtos.

Lula promete acabar com o teto de gastos

Enquanto isso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pré-candidato à Presidência da República, prometeu nesta quarta-feira (11) acabar com o teto de gastos. 

Ele declarou que não será irresponsável, mas que precisará gastar o necessário em “ativos rentáveis” para o futuro do Brasil, e um desses ativos mencionados por Lula é a Educação. Ele deu a declaração num encontro com reitores em Juiz de Fora (MG).

Presidentes de partidos se reúnem para definir candidato da 3ª via

Por fim, os presidentes do MDB, Baleia Rossi, do PSDB, Bruno Araújo, e do Cidadania, Roberto Freire (por videoconferência) reuniram-se na sede do PSDB em Brasília, onde avançaram em critérios convergentes para a escolha do candidato único da 3ª via. As siglas ficaram de fazer o anúncio no dia 18 de maio, que está cada vez mais próximo.

Financie o nosso jornalismo independente. Precisamos de você para continuar produzindo um material de qualidade.

leia mais