Resumo de notícias #682 do Sabiá (08.dez) - Comece o dia voando

Resumo de notícias #682 do Sabiá (08.dez) - Comece o dia voando

Resumo de notícias #682 do Sabiá (08.dez) – Comece o dia voando

Bolsonaro edita MP que viabiliza Auxílio Brasil de R$ 400 em dezembro; PEC dos Precatórios deve ser promulgada nesta 4ª
Correio Sabiá: Bolsonaro e PL fazem 'acordo conveniente' para eleição de 2022 / Foto: Clauber Cleber Caetano/PR
Medida que libera pagamento de R$ 400 do Auxílio Brasil vale também para o próximo ano / Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

O que você vai encontrar no resumo abaixo, em tópicos:

  • Bolsonaro edita MP que permite Auxílio Brasil de R$ 400 em dezembro
  • MDB lança candidatura de Simone Tebet à Presidência
  • Ao menos 6 ministros terão que deixar o cargo até março

Antes de começar a leitura do resumo, veja ainda a Agenda da Semana que o Correio Sabiá publicou na última 2ª feira (6). É mais uma iniciativa do Correio Sabiá para tentar tornar o noticiário político mais simples de entender e acompanhar.

Aliás, financie o nosso jornalismo independente. Precisamos de você para continuar produzindo um material de qualidade.

  • Clique aqui para receber o resumo do Correio Sabiá no seu WhatsApp

Bolsonaro edita MP que permite Auxílio Brasil de R$ 400 em dezembro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) publicou na noite desta 3ª feira (7) a MP (medida provisória) nº 1.076, que já permite pagar o Auxílio Brasil no valor de R$ 400 a partir desta 6ª feira (10), quando está previsto o início do pagamento da 2ª parcela do benefício.

A permissão vale também para o ano que vem, mesmo sem a promulgação da PEC (proposta de emenda à Constituição) dos Precatórios.

No entanto, os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disseram também na noite de 3ª feira que os trechos da PEC dos Precatórios aprovados pelas duas Casas seriam promulgados imediatamente. A promulgação, portanto, poderia ocorrer nesta 4ª feira (8).

Como o resumo do Correio Sabiá no WhatsApp foi enviado por volta das 7h30, ainda não havia confirmação sobre a promulgação ou não da PEC na tarde desta 4ª feira.

Agora, no momento em que este resumo é repassado para sua versão no site, sabemos que essa promulgação já ocorreu.

O próprio Correio Sabiá avisou sobre o horário e local onde a promulgação ocorreria pelo Twitter.

Por isso é importante acompanhar todas as redes do Sabiá e, às 7h, de 2ª a 6ª feira, ver o resumo. Nele há o contexto geral do noticiário.

  • Clique aqui para receber o resumo do Correio Sabiá no seu WhatsApp
  • Aliás, Pacheco anunciou para esta 5ª feira (9) a votação da proposta que prorroga a desoneração da folha de pagamentos de 17 setores da economia* até o fim de 2023. Sendo assim, o próximo presidente já assumirá o mandato com a folha desonerada até, ao menos, o fim do seu 1º ano de governo.

    MDB lança candidatura de Simone Tebet à Presidência

    Estava marcado para esta 4ª feira o lançamento da pré-candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) à Presidência. O evento começou às 10h.

    Constava na Agenda da Semana que o Correio Sabiá. Veja aqui.

    Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), outro possível candidato à Presidência em 2022, recebeu nesta 3ª feira uma notícia positiva.

    O MPF (Ministério Público Federal) pediu o arquivamento da denúncia contra o petista no caso do tríplex do Guarujá, em São Paulo.

    (Brasília - DF, 15/01/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Reunião do Conselho de Governo / Foto: Alan Santos/PR

    Ao menos 6 ministros terão que deixar o cargo até março

    O Correio Sabiá mostrou que ao menos 6 ministros (quase 1/4 do 1º escalão) que se licenciaram de seus cargos no Congresso terão que deixar o governo Bolsonaro se quiserem se reeleger ou se candidatar a outras funções.

    Aliás, Bolsonaro afirmou ontem que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) quer fechar o espaço aéreo brasileiro. Ele deu a declaração durante evento com empresários da indústria brasileira.

    Na verdade, a Anvisa recomenda medidas mais rígidas aos viajantes, como a adoção de um passaporte da vacina.

    “Eu vejo o ministro Gilson Machado [Turismo], que não está presente aqui, trabalhando com o turismo. Ninguém tem o que nós temos. Estamos trabalhando agora com a Anvisa, que quer fechar o espaço aéreo. De novo, porra? De novo vai começar esse negócio?”, declarou.

    Falando em saídas… após a filiação de Bolsonaro ao PL, o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), anunciou oficialmente que deixará o partido.

    Agora, resta o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) efetivar a desfiliação, que teve aval do presidente do PL, Valdemar Costa Neto.

    Campanha de apoio do Correio Sabiá: Vacina contra a desinformação

    leia mais