#928: Saiba como foi a conversa de Lula com Macron no telefone

#928: Saiba como foi a conversa de Lula com Macron no telefone

#928: Lula fala por mais de 1h no telefone com Macron; saiba os principais tópicos da conversa

Presidente encontra governadores nesta sexta (27)
Sabiá: 09.01.2023 - Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva durante Reunião com Governadores, presidente da Câmara dos Deputados, deputado Arthur Lira, vice-presidente do Senado, senador Veneziano Vital do Rêgo, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, ministros do STF Ricardo Lewandowski, Roberto Barroso e Dias Toffoli, ministro da Casa Civil, Rui Costa, ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e ministro da Justiça, Flávio Dino. Foto: Ricardo Stuckert/PR
Sabiá: Lula e Alckmin em reunião no dia 9 de janeiro de 2023 com governadores e outras autoridades, como ministros do STF, por ocasião dos ato extremistas da véspera / Foto: Ricardo Stuckert/PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem reunião na manhã desta sexta-feira (27.jan.2023), às 9h30, com governadores. À tarde, almoça com os gestores estaduais. O encontro já estava previsto há semanas. Seria a 1ª reunião com eles. No entanto, Lula já teve um encontro com os governadores neste mandado, por ocasião dos atos extremistas do dia 8 de janeiro de 2023.

Lula também cumpriu agenda normal em Brasília (DF) nesta quinta-feira (26.jan), depois de voltar das suas viagens a Buenos Aires (Argentina) e Montevidéo (Uruguai). Pelo telefone, conversou por mais de 1h com o presidente da França, Emmanuel Macron.

Eis abaixo os temas da conversa em 10 tópicos, conforme divulgação pelo governo federal:

  1. Discutiram sobre a importância de combater a desinformação;
  2. Falaram sobre os riscos contra a democracia por causa de ações violentas da extrema direita;
  3. Lula convidou Macron a conhecer o estaleiro em Itaguaí (RJ), onde são construídos os submarinos convencionais e o submarino a propulsão nuclear fruto da cooperação bilateral entre os 2 países (Brasil e França);
  4. Falaram sobre esforços para combater a mudança climática;
  5. Lula expôs a Macron os objetivos da Cúpula dos Países Amazônicos, que organizará nos próximos meses. Acerca desse tema, Lula falou da importância de ter com a presença da França na Cúpula, já que é o único país europeu a compartilhar desse bioma, por meio da Guiana Francesa;
  6. Macron reiterou convite para que o Brasil participe do “One Forest Summit”, que França e Gabão sediarão em Libreville no início de março de 2023;
  7. Conversaram sobre a importância de reorganizar a arquitetura financeira internacional para financiar a transição climática e o combate à fome e à desigualdade;
  8. Mencionaram que Brasil e Índia ocupam a presidência do G-20 (grupo das 20 maiores economias do mundo) neste ano (2023) e no próximo (2024);
  9. Lula disse que trata com os integrantes do Mercosul (Mercado Comum do Sul) sobre a necessidade de finalizar as negociações do acordo Mercosul-União Europeia. Disse que discutiu esse assunto com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, em reunião realizada em sua viagem recente a Buenos Aires (Argentina);
  10. Trataram da urgência em buscar a paz entre Rússia e Ucrânia. Lula falou da necessidade de maior engajamento dos líderes globais com esse objetivo, no âmbito da ONU (Organização das Nações Unidas) e de um “G20 político”.

No dia 31 de outubro de 2022, Lula e Macron há haviam conversado pelo telefone, por ocasião da vitória eleitoral de Lula na véspera, dia 30. Mostramos um vídeo em nosso Instagram (@correiosabia), onde aprofundamos nossa cobertura.

Ao longo do desta quinta-feira (26), Lula ainda reuniu-se na capital brasileira com o senador Jean Paul Prates (PT-RN), que teve seu nome aprovado para presidir a Petrobras e deixou o mandato no Senado. 

Leia também: Lei das Estatais: entenda as mudanças que estão em jogo

Na agenda do presidente, também houve reuniões com os ministros da justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, e da Defesa, José Múcio. Esses 2 encontros ocorreram num contexto de desdobramentos por causa dos atos de 8 de janeiro de 2023. Ou seja, no dia em que voltou a ter agenda em Brasília, Lula recebeu os 2 ministros diretamente ligados aos desdobramentos das manifestações. 

No caso de Flávio Dino, o ministro também participa da operação multidisciplinar que socorre os indígenas do território Yanomami. A PF (Polícia Federal), que está sob o guarda-chuva do ministério dele, investiga se ocorreu genocídio desses indígenas, como já mostramos em nossas curadorias de notícias. 

Contexto: Centenas de indígenas morreram por falta de assistência médica e nutricional, apesar de os yanomamis terem enviado dezenas de ofícios com pedidos socorro ao governo anterior, comandado pelo agora ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Todos os compromissos de Lula e as demais pautas políticas e econômicas constam em nossa Agenda da Semana, que recebe atualizações diárias e dá mais previsibilidade ao noticiário.

Crianças Yanomami sofrem de desnutrição. Diversas imagens circulam nas redes sociais / Foto: Twitter
Crianças Yanomami sofrem de desnutrição. Diversas imagens circulam nas redes sociais / Foto: Twitter

Relembre a última curadoria de notícias do Correio Sabiá.

  • Leia as últimas notícias do Correio Sabiá:

Vale sempre lembrar que você pode e deve seguir o Correio Sabiá, @correiosabia, em todas as redes sociais: combatemos a desinformação, porque achamos que uma sociedade bem informada toma decisões melhores.

leia mais