#799: Equipes encontram pertences de Dom e Bruno

#799: Equipes encontram pertences de Dom e Bruno

Curadoria de notícias #799 do Sabiá (13.jun): Equipes encontram pertences de jornalista e indigenista desaparecidos

Equipes encontram pertences de Dom Phillips e Bruno Pereira; STF mantém cassação de deputado federal
Correio Sabiá: Ativistas indígenas reunidos em Atalaia do Norte para exigir justiça para Dom e Bruno / Foto: Reprodução/Twitter
Ativistas indígenas reunidos em Atalaia do Norte pedem responsabilização de quem atuou contra Dom e Bruno / Foto: Reprodução/Twitter

Neste resumo você encontrará alguns desses tópicos:

  • Equipes que buscam jornalista inglês Dom Phillips e indigenista Bruno Pereira encontram pertences dos 2 desaparecidos;
  • Forças Armadas enviam nota ao TSE na qual dizem se sentir ‘desprestigiadas’ na eleição brasileira;
  • Senado deve analisar nesta segunda-feira (13) a proposta que trata do limite de 17% para o ICMS de combustíveis e outros itens; veja tudo na Agenda da Semana

Financie o nosso jornalismo independente. Assim, você nos ajuda no combate à desinformação e ganha uma experiência ainda melhor com o Sabiá.

  • Clique aqui para acessar a Agenda da Semana, onde você encontrará os principais eventos políticos e econômicos esperados para hoje e para os próximos dias.

Agora, pegue o seu café e vamos à curadoria das notícias essenciais:

Equipes encontram pertences de Dom Phillips e Bruno Pereira desaparecidos

Diversos pertences do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo foram encontrados neste domingo (12), por volta das 16h, interior do Amazonas. A confirmação de que os objetos são mesmo dos 2 ocorreu na madrugada desta segunda-feira. Os 2 estão desaparecidos desde o domingo retrasado (5).

Eis os pertences que equipes de busca encontraram:

  • 1 cartão de saúde em nome de Bruno Pereira;
  • 1 calça preta de Bruno;
  • 1 chinelo preto de Bruno;
  • 1 par de botas de Bruno;
  • 1 par de botas de Dom Phillips;
  • 1 mochila de Dom com roupas pessoais. 

O material foi achado perto da casa de Amarildo Costa de Oliveira, conhecido como Pelado, preso desde a última terça-feira (7) por suspeita de envolvimento no desaparecimento da dupla. 

Ainda no domingo, mas de manhã, familiares, amigos e ativistas fizeram um ato na praia de Copacabana cobrando respostas sobre o paradeiro da dupla. A sogra de Dom disse não acreditar que ele continue entre nós.

Na semana passada, a perícia já tinha encontrado vestígios de sangue na lancha usada por Amarildo, mas até então não se sabia se era sangue humano ou de animais.

Este resumo foi enviado por volta das 7h para quem financia o Correio Sabiá. O financiamento é voluntário e MUITO importante para continuarmos fazendo nosso trabalho. Em seguida, por volta das 8h, foi enviado gratuitamente para mais de 3,5 mil leitores do Correio Sabiá no WhatsApp, como forma de distribuir conteúdo confiável nas redes e combater a desinformação. Clique aqui para receber.

Bolsonaro diz que apareceram ‘partes de corpo humano’ no Amazonas; PF não confirma

Em viagem oficial aos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse na sexta-feira (10) que está sendo feita uma busca “incansável” das Forças Armadas e da PF (Polícia Federal) pelos 2 desaparecidos.

No sábado, Bolsonaro falou que “apareceu no rio, boiando, partes de corpo humano, as vísceras” e que o material foi encaminhado para análise. O presidente disse ainda esperar que não fosse dos 2.

Já a PF, no entanto, ainda no sábado, emitiu uma nota informando que foi coletado material orgânico “aparentemente humano”, mas que não procediam as notícias de que os corpos de Dom e Bruno tivessem aparecido.

A viagem de Bolsonaro acabou no domingo. O presidente chegou ao Brasil na madrugada desta segunda-feira. Consta na agenda oficial que o desembarque ocorreu às 00h10. 

Enquanto esteve nos Estados Unidos, Bolsonaro participou de uma motociata em Orlando, na Flórida, promovida por seus apoiadores. O evento ocorreu depois que o presidente inaugurou um vice-consulado brasileiro em Orlando.

Vale sempre lembrar que você pode e deve seguir o Correio Sabiá, @correiosabia, em todas as redes sociais: combatemos a desinformação, porque achamos que uma sociedade bem informada toma decisões melhores.

Forças Armadas dizem se sentir ‘desprestigiadas’ em processo eleitoral

As Forças Armadas enviaram uma nova nota ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na qual disseram se sentir desprestigiadas na apuração eleitoral e cobraram auditoria e testes das urnas.

A eventual maior participação das Forças Armadas na eleição já é um assunto que dura meses. Bolsonaro intensificou essas cobranças nas últimas semanas. E as próprias Forças Armadas já tinham enviado uma lista de sugestões ao TSE, como a gente falou por aqui.

O que ocorreu é que o presidente do TSE, ministro Edson Fachin, declarou que eleição era assunto para “forças desarmadas”. Bolsonaro criticou essa declaração e disse que é o chefe das Forças Armadas e que não iam fazer “papel de palhaços”.

STF restabelece cassação de deputado bolsonarista

Na sexta-feira (10), o STF (Supremo Tribunal Federal), por meio da Segunda Turma (composta por 5 dos 11 ministros), decidiu restabelecer a cassação do mandato do deputado federal bolsonarista Valdevan Noventa (PL-SE).

Valdevan é mais um congressista que tinha sido condenado pelo TSE e que o ministro Kassio Nunes Marques tinha anulado a pena, assim como ocorreu com o deputado estadual Fernando Franciscinhi, que perdeu o mandato por divulgar desinformação contra o sistema eleitoral. 

O caso de Francischini foi levado à Segunda Turma, onde, por 3 votos a 2, decidiram restabelecer a cassação. Agora, o mesmo ocorre com Valdevan.

Senado pauta para esta segunda (13) limite de 17% ao ICMS dos combustíveis

O Senado marcou para esta segunda-feira (13) a votação do PLP 18/2022, que considera como essenciais os bens e serviços relativos aos combustíveis, à energia elétrica, às comunicações e ao transporte coletivo. 

Dessa forma, o texto limita a cobrança de ICMS a uma alíquota de 17%, prevendo ainda a compensação financeira aos estados pela União.

Financie o nosso jornalismo independente. Precisamos de você para continuar produzindo um material de qualidade.

leia mais