⚡️ #1031: Senado aprova Dino no STF e Gonet na PGR

⚡️ #1031: Senado aprova Dino no STF e Gonet na PGR

⚡️ #1031: Senado aprova Dino no STF e Gonet na PGR

Copom reduz taxa básica de juros pela 4ª vez consecutiva; agora, patamar passa a ser de 11,75% ao ano
Davi Alcolumbre (União-AP) cumprimenta Flávio Dino / ? Roque de Sá/Agência Senado
Davi Alcolumbre (União-AP) cumprimenta Flávio Dino / ? Roque de Sá/Agência Senado

? Senado: aprovação de Dino para o STF e instalação da CPI da Braskem ?️ Congresso vota hoje (14) vetos presidenciais, e governo libera bilhões em emendas ? Copom corta juros pela 4ª vez seguida ✂️

…….……………………………..   

⚖️ STF. Por 47 votos a favor e 31 contrários e 2 abstenções, o Senado aprovou ontem (13) a indicação de Flávio Dino para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal). ?✔️??‍⚖️ A posse deve ocorrer só em fevereiro. – Senado (Leitura: 2min30s) Por 65 votos a favor, 11 contrários e 1 abstenção, Paulo Gonet também foi aprovado pelos senadores ontem (13), neste caso para assumir a PGR (Procuradoria-Geral da República). ✔️?? As sabatinas duraram horas. ⏰ – Senado (Leitura: 2min30s)

?️ Maceió. Ainda no Senado, houve a instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da petroquímica Braskem. ?️ O colegiado investigará as responsabilidades pelo afundamento do solo em parte de Maceió (AL) e seus danos ambientais. ? Mencionamos em algumas curadorias do Correio Sabiá que a exploração da Braskem estaria provocando esse afundamento. ?️ – Senado (Leitura: 2min30s) + Agência Tatu (Leitura: 3min)  

✂️ Juros. Pela 4ª vez seguida, o Copom (Comitê de Política Monetária) decidiu cortar a taxa básica de juros, a Selic. ? Desta vez, o corte fez o patamar cair de 12,25% ao ano para 11,75% ao ano. ? A medida já estava prevista e constava em nossa Agenda da Semana, que dá mais previsibilidade ao noticiário por listar, por data, os principais eventos destes dias. ? – G1 (Leitura: 2min)  

  • ?️ Agenda da Semana: os assuntos que vão virar notícia no decorrer dos dias. – Correio Sabiá (lista) 

Mais. Hoje (14), o Congresso tem uma sessão conjunta (deputados federais + senadores) para analisar vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). ?? É o caso da desoneração da folha de pagamentos, por exemplo. ?️? Para quem não sabe: quando o presidente veta uma proposta aprovada no Congresso, o texto vetado retorna ao Congresso, que vota se concorda ou não com isso. ???? O Congresso tem a possibilidade de derrubar o veto presidencial. ? Nesta semana, o governo federal liberou bilhões em emendas para os congressistas. ? – Senado (Leitura: 3min) 

Projetos do Correio Sabiá repercutem dentro de fora do Brasil

?‍⬛ Assobio. O CEO do Correio Sabiá, Maurício Ferro, este que vos escreve todos os dias, apresentou ontem (12) um dos projetos desta organização de notícias. ??️ O Pulpo Antifiction é uma plataforma que agrega de um jeito super amigável as informações eleitorais de diferentes países, permitindo que você faça descobertas e até comparações de um país com o outro. ??? Explicamos num webinário, no qual fomos os primeiros a apresentar. ?️? A iniciativa foi uma das 9 selecionadas no Brasil pelo ICFJ (International Center for Journalists) num programa para combater a desinformação. ??️

Veja ainda uma outra aparição recente do CEO do Correio Sabiá, Maurício Ferro, ao divulgar um dos nossos projetos. A Embaixada dos Estados Unidos compartilhou um vídeo sobre o Ocean Noise Pollution, iniciativa do Correio Sabiá para falar sobre oceanos com foco em acústica e Blue Economy.

  • ?️ Agenda da Semana: todos os eventos que já mapeamos para este e os próximos dias estão em nossa Agenda, que dá previsibilidade ao noticiário. – Correio Sabiá

? Queremos que você voe junto com a gente. Conte no Instagram o que achou da curadoria do @correiosabia e nos ajude a ser ainda mais úteis para você.

?️ Para saber os eventos previstos para hoje, veja a Agenda da Semana. ⤵️

  • Leia outras notícias recentes do Correio Sabiá:

Vale sempre lembrar que você pode e deve seguir o Correio Sabiá, @correiosabia, em todas as redes sociais: combatemos a desinformação, porque achamos que uma sociedade bem informada toma decisões melhores.

leia mais