Curadoria de notícias #776 do Sabiá (11.mai)

Curadoria de notícias #776 do Sabiá (11.mai)

Curadoria de notícias #776 do Sabiá (11.mai) – Comece o dia voando

Governo trocou o ministro de Minas e Energia depois da alta do diesel e das críticas de Bolsonaro à Petrobras
O novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida / Foto: Divulgação/ Ministério de Minas e Energia
O novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida / Foto: Divulgação/ Ministério de Minas e Energia

Neste resumo você encontrará alguns desses tópicos:

  • Bolsonaro troca ministro de Minas e Energia: sai Bento Albuquerque e entra Adolfo Sachsida, agora ex-assessor especial de Paulo Guedes;
  • Senado aprova PEC que aumenta de 65 para 70 anos a idade máxima para nomear juízes e ministros de tribunais superiores, incluindo o STF; texto vai à promulgação;
  • Alexandre de Moraes atende ao pedido da PGR e junta inquéritos sobre ataques de Bolsonaro às urnas eletrônicas e ‘milícias digitais’;
  • Bancada do PSDB autoriza presidente da sigla a avançar em negociações por candidatura única da 3ª via; Elon Musk diz que ‘reverteria’ banimento permanente de Trump no Twitter

Este resumo foi enviado por volta das 7h para quem financia espontaneamente o Correio Sabiá. Em seguida, por volta das 8h, foi enviado gratuitamente para mais de 3,5 mil leitores do Correio Sabiá no WhatsApp, como forma de distribuir conteúdo confiável nas redes e combater a desinformação. Clique aqui para receber.

  • Clique aqui para acessar a Agenda da Semana, onde você encontrará os principais eventos políticos e econômicos esperados para os próximos dias.
  • Clique aqui para se INSCREVER no Sabiá no Ar, o podcast diário do Correio Sabiá no Spotify.

Financie o nosso jornalismo independente. Precisamos de você para continuar o combate à desinformação.

Para ficar de olho hoje:

  • Banco Central. Divulgação da ata da última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária). Na última reunião, na semana passada, o Copom aumentou a taxa básica de juros, a Selic, em 1 ponto percentual. Este documento dará dimensão da expectativa de avanço do aperto monetário no país. 
  • Senado. Esforço concentrado para votação de autoridades.
  • Senado. A CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado se reúne a partir das 9h e pode aprovar o PLS 523/2011, que promove abatimento no imposto de renda pela compra de medicamentos contra várias doenças, incluindo câncer e diabetes.
  • Ásia. Divulgação do índice de preços na China.

Agora, pegue seu café e vamos ao resumo de notícias:

Governo troca ministro de Minas e Energia após alta do diesel

O ministro Bento Albuquerque (Minas e Energia) foi exonerado, a pedido, na manhã desta quarta-feira (11). No lugar, assumiu o comando da pasta o agora ex-assessor especial do Ministério da Economia Adolfo Sachsida.

A substituição ocorre num momento de alta do preço dos combustíveis. Na segunda-feira (9), a Petrobras anunciou uma nova alta do litro do diesel (8,87%). E, nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez diversas críticas à Petrobras.

O Correio Sabiá vai dar mais detalhes da mudança no comando do Ministério de Minas e Energia na sua edição da curadoria diária de quinta-feira (12), tanto na newsletter do WhatsApp quanto no podcast do Spotify e Google Podcasts.

Senado aprova PEC que aumenta idade máxima para nomeações a tribunais superiores

O Senado aprovou nesta terça-feira (10), em 2 turnos, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) nº 32/2021 que aumenta de 65 para 70 anos a idade máxima para nomeação de juízes e ministros de tribunais regionais federais e de tribunais superiores, incluindo o STF (Supremo Tribunal Federal). 

Foram 60 votos favoráveis, na votação em 1º turno, e 59 no 2º turno, sem votos contrários. Como ocorre com as PECs, o texto vai à promulgação pelo Congresso Nacional, e não sanção presidencial.

Os congressistas explicaram que a mudança era necessária para adequar a legislação depois da aprovação da chamada “PEC da Bengala”, em 2015, que elevou a obrigatoriedade de aposentadoria dos ministros de tribunais superiores e do TCU (Tribunal de Contas da União) de 70 para 75 anos. 

Dessa maneira, agora é possível nomear esses ministros até os 70 anos, mantendo o entendimento de que é possível fazer indicações em até 5 anos antes da aposentadoria compulsória.

Moraes unifica 2 inquéritos que atingem Bolsonaro

Aliás, ainda tratando de Judiciário, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, atendeu a um pedido da PGR (Procuradoria-Geralda República) e determinou nesta terça-feira (10) que devem ser feitas em conjunto as investigações sobre os ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL) às urnas eletrônicas e a suposta existência de uma milícia digital abastecida com dinheiro público para desacreditar a democracia.

Até então, essas duas investigações corriam separadamente. Mas a PGR entende que devem ser feitas em conjunto para, mais para frente, saber se denuncia ou não o presidente Jair Bolsonaro.

PSDB dá aval a Bruno Araújo para avançar em negociação de candidatura única da 3ª via

A bancada do PSDB no Congresso Nacional informou nesta terça-feira (10) que legitimou o presidente nacional do partido, Bruno Araújo, a avançar nas negociações com Cidadania e MDB para que haja uma candidatura única de 3ª via.

Inicialmente, esse grupo de 3 partidos contava ainda com um 4º integrante, o União Brasil, que decidiu deixá-los para apostar numa candidatura própria à Presidência da República, que terá o deputado federal Luciano Bivar (PE) como cabeça de chapa.

Bivar, ex-presidente do PSL, foi um dos protagonistas do atrito com Bolsonaro quando o presidente da República decidiu deixar a sigla pela qual se elegeu para tentar criar seu próprio partido.

Musk diz que reverteria banimento de Trump do Twitter

Numa de suas primeiras declarações, o bilionário Elon Musk, que comprou o Twitter por US$ 44 bilhões, disse que “reverteria o banimento permanente” do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Servidores do Banco Central decidem continuar greve

Os servidores do Banco Central decidiram nesta terça-feira (10) manter a greve que estão fazendo por tempo indeterminado. As paralisações começaram no dia 1º de abril. Depois, no fim do mês passado, os servidores interromperam a greve. Foi quando voltou a ser feita, por exemplo, a divulgação do Boletim Focus, que até então não estava sendo divulgado.

Do jeito que a coisa está agora, tanto o Focus da semana que vem quanto outros indicadores devem continuar sem previsão de divulgação. 

Ibovespa volta a fechar em queda, após subir 1% no pregão

Pela 4ª vez seguida, o Ibovespa fechou em queda no pregão desta terça-feira (10). Desta vez, depois de chegar a subir até 1% no início na sessão, o índice perdeu fôlego e terminou em leve baixa de 0,14%, aos 103.109 pontos.

Alguns fatores pesaram para essa queda, como a preocupação com a inflação e o ritmo de alta de juros nos Estados Unidos, além da desaceleração da China e da guerra na Ucrânia.

E, depois de algumas altas, o dólar também acabou caindo na sessão desta terça. A queda foi de 0,44%, com a moeda norte-americana fechando cotada a R$ 5,133.

Financie o nosso jornalismo independente. Precisamos de você para continuar produzindo um material de qualidade.

leia mais