Tudo o que você precisa saber sobre o terrorismo no 8 de janeiro de 2023

Tudo o que você precisa saber sobre o terrorismo no 8 de janeiro de 2023

Saiba tudo sobre a invasão de bolsonaristas ao Congresso, STF e Planalto em 8 de janeiro de 2023

Vândalos com pautas golpistas depredaram prédios públicos; Lula decretou intervenção federal
Manifestantes bolsonaristas invadiram Congresso, STF e Palácio do Planalto / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Manifestantes bolsonaristas invadiram Congresso, STF e Palácio do Planalto / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Assobio: Esta reportagem recebe atualizações constantes, como forma de te manter permanentemente bem informado/a sobre a repercussão dos atos golpistas conduzidos por bolsonaristas radicais. A 1ª publicação ocorreu no dia 8 de janeiro de 2023, às 18h46.

Em resposta ao terrorismo de bolsonaristas radicais no último domingo (8.jan.2023), milhares de pessoas foram nesta segunda-feira (9.jan) às ruas na Avenida Paulista, em São Paulo (SP), em defesa da democracia. O mesmo ocorreu na Cinelândia, no Rio de Janeiro (RJ).

Manifestantes lotam praça da Cinelândia a em defesa da democracia após atos golpistas em Brasilia / Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Manifestantes lotam a Cinelândia em defesa da democracia após atos golpistas em Brasilia / Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Os manifestantes voltaram a gritar “sem anistia”, assim como fizeram na posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A anistia é um perdão concedido oficialmente. Há autoridades que defendem anistia ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que agora está sem foro privilegiado e responde à Justiça comum. Neste caso, a anistia seria dada para evitar que ele seja responsabilizado por eventuais crimes e, assim, “pacificar” o país, retirando o argumento de que haveria “revanchismo” do novo governo.

Aliás, logo após os atos de extrema direita no Brasil, Bolsonaro deu entrada num hospital em Orlando, na Flórida (Estados Unidos). Ele publicou uma foto no Twitter.

No Brasil, Lula teve agenda com governadores. A pauta: pensar em meios de reduzir o extremismo. O presidente ainda fez uma caminhada até o STF (Supremo Tribunal Federal). Portanto, cruzou a pé a Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF), acompanhado de autoridades.

O presidente Lula em reunião com os governadores para debater a redução de ações extremistas pelo país / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Eis a reunião de Lula com governadores e outras autoridades (como congressistas, o procurador-geral da República e ministros) para debater a redução de ações extremistas pelo país / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, governadores e autoridades, cruzam a Praça dos Três Poderes para visitar as instalações da sede do Supremo Tribunal Federal (STF) um dia após os atos terroristas que depredaram a sede do tribunal, o Congresso e o Palácio do Planalto / Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil
Eis a caminhada de Lula pela Praça dos Três Poderes, acompanhado da primeira-dama Janja, de governadores e de outras autoridades, como a presidente do STF Rosa Weber / Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Lula tem mais compromissos nesta terça-feira (10.jan.2022), sendo um deles, às 10h, com o presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste), o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB). Consta em nossa Agenda da Semana, atualizada todos os dias para dar mais previsibilidade ao noticiário.

A Agenda da Semana ainda mostra que, nesta terça-feira (10), haverá divulgação da inflação oficial do país em dezembro, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Consequentemente, saberemos o consolidado da inflação em 2022.

Voltando aos atos de extrema direita de domingo… Cerca de 1,5 mil pessoas já foram detidas.

O Consórcio do Nordeste, sobre o qual falamos há pouco, enviou nesta segunda-feira (9.jan.2023) 336 PMs (policiais militares) dos estados da região a Brasília, sendo:

  • Alagoas: 50
  • Bahia: 70
  • Ceará: 70
  • Maranhão: 76
  • Piauí: 40
  • Rio Grande do Norte: 30

Por fim, Lula conversou por telefone com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, nesta segunda-feira (9). O norte-americano prestou solidariedade e apoio à democracia brasileira. Ainda convidou Lula a ir a Washington, DC (Estados Unidos) no “início de fevereiro”. O convite teria sido aceito, segundo nota oficial divulgada pelo governo federal. Eis a íntegra:

“Os presidentes Lula e Biden conversaram por telefone esta tarde. O presidente Biden transmitiu o apoio incondicional dos Estados Unidos à democracia do Brasil e à vontade do povo brasileiro, expressa nas últimas eleições do Brasil, vencidas pelo presidente Lula.

O presidente Biden condenou a violência e o ataque às instituições democráticas e à transferência pacífica do poder. Os dois líderes comprometeram-se a trabalhar juntos em temas enfrentados pelo Brasil e pelos Estados Unidos, entre os quais mudança do clima, desenvolvimento econômico, paz e segurança. O presidente Biden convidou o presidente Lula a visitar Washington no início de fevereiro para consultas aprofundadas sobre uma ampla agenda comum, e o presidente Lula aceitou o convite.”

Saiba tudo sobre a invasão de bolsonaristas ao Congresso, STF e Planalto em 8 de janeiro de 2023

Bolsonaristas radicais invadiram neste domingo (8.jan.2023) o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o STF (Supremo Tribunal Federal) –sedes dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, respectivamente. Os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) depredaram patrimônios (incluindo obras de arte históricas) e prédios públicos. Aliás, o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) lamentou em nota a barbárie e destruição de bens culturais. Os vândalos ainda roubaram armas de servidores durante a invasão.

O principal motivo dos atos ilegais: os manifestantes não aceitam o resultado eleitoral, que definiu a vitória do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Veja 12 fotos que mostram como foi a posse de Lula na Presidência

Manifestantes invadem Congresso, STF e Palácio do Planalto / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Manifestantes entraram em confronto com a polícia na Praça dos Três Poderes, em Brasília / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Para tentar coibir os atos ilegais:

  • a PM (Polícia Militar) do Distrito Federal foi acionada;
  • a Força Nacional também foi chamada na véspera (7.jan.2023) pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, para apoiar a PM.

Mesmo assim, uma série de episódios mostra a ineficiência da tentativa de contenção dos vândalos. Eis abaixo uma lista:

  • Um PM que estava sobre um cavalo foi cercado e agredido por um grupo de bolsonaristas, assim como ocorreu com o animal;
  • Uma viatura da Polícia Legislativa foi parar no espelho d’água do Congresso;
  • Ao menos 10 jornalistas foram agredidos no exercício da profissão, ao fazer a cobertura do vandalismo (até a última atualização desta reportagem);
  • Bolsonaristas invadiram o STF e arrancaram a porta do gabinete do ministro Alexandre de Moraes;
  • Manifestantes bolsonaristas também invadiram e depredaram a sede do Poder Executivo, assim como fizeram no STF e no Congresso. Mostramos em nosso Twitter (@correiosabia):
  • Houve até roubo de armas letais e não letais do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), localizado no térreo do Palácio do Planalto, como também mostramos em nosso Twitter e Instagram (@correiosabia). Veja abaixo:

Resultado:

  • O ministro Alexandre de Moraes determinou o afastamento por 90 dias do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). Na segunda-feira (9.nov), Ibaneis emitiu uma outra nota na qual diz respeitar a decisão do ministro Alexandre de Moraes em afastá-lo do cargo.
  • O Exército informou no domingo (8.jan) que desmontaria o acampamento dos manifestantes bolsonaristas radicais –com uso da força, se necessário. O desmonte começou na segunda-feira (9.jan.2023);
  • Os presidentes dos 3 Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) publicaram uma nota conjunta na segunda-feira (9.jan):
  • Lula decretou no domingo (8) intervenção federal no Distrito Federal até o dia 31 de janeiro de 2023 (eis a íntegra do decreto), como mostramos em nosso Instagram:
  • O primeiro vice-presidente do Senado, Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), convocou reunião de líderes para esta segunda-feira (9.jan.2023), às 10h, para tratar do caso;
  • A AGU (Advocacia-Geral da União) enviou ao STF uma série de pedidos em relação aos atos ilegais (eis a íntegra do documento, em PDF), incluindo a prisão do ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres;
  • A AGU também informou que criaria uma força-tarefa para cobrar indenizações por danos ao patrimônio público;
  • A CGU (Controladoria-Geral da União) informou que orientaria órgãos a punir eventual envolvimento de servidores públicos nos atos golpistas;
  • O Ministério das Relações Exteriores agradeceu na segunda- feira (9) pelas diversas mensagens de lideranças internacionais do mundo todo em apoio à democracia brasileira e repúdio aos atos golpistas;
  • O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, foi imediatamente exonerado do cargo pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). Responsável pela ação da PM do Distrito Federal, Torres é ex-ministro da Justiça e Segurança Pública de Bolsonaro e está na Flórida, assim como o ex-presidente.
  • O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afirmou em sua conta no Twitter no domingo (8.jan) que mais de 400 pessoas já haviam sido presas. Esse número subiu para 1,5 mil (de acordo com a última atualização desta reportagem).
  • Lula convocou no domingo (8.jan) uma reunião de governadores para segunda-feira (9), que ocorreu. O presidente também fez um pronunciamento no próprio domingo (8) sobre as manifestações ilegais:

O ministro da Justiça e Segurança Pública também se manifestou logo no domingo (8). Declarou que aproximadamente 40 ônibus foram apreendidos, porque “são instrumentos de perpetração de crimes” e afirmou que já identificou “todos os ônibus que se dirigiram a Brasília” e “todos os financiadores de tais ônibus”, de forma que haverá desdobramentos com “novos pedidos de prisão preventiva”. Assista abaixo:

A bancada do PT na Câmara fez uma representação ao STF (Supremo Tribunal Federal), conforme informou o deputado federal Zeca Dirceu (PT-SP).

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), propôs no domingo (8) realizar uma reunião em demonstração de união de todos os Poderes.

Numa outra nota (também publicada em sua conta no Twitter), Lira declarou:

“O Congresso Nacional jamais negou voz a quem queira se manifestar pacificamente. Mas nunca dará espaço para a baderna, a destruição e vandalismo.

Os responsáveis que promoveram e acorbetaram esse ataque à democracia brasileira e aos seus principais símbolos devem ser identificados e punidos na forma da lei.

A democracia pressupõe alternância de poder, divergências de pontos de vista, mas não admite as cenas deprimentes que o Brasil é supreendido nesse momento. Agiremos com rigor para preservar a liberdade, a democracia e o respeito à Constituição.”

Eis um compilado de declarações de ministros do governo Lula em repúdio aos atos terroristas deste domingo (8.jan.2023).

Veja abaixo a repercussão de outras autoridades:

Veja fotos da invasão bolsonarista ao Congresso, STF e Planalto

http://correiosabia.com.br/15-fotos-vandalismo-bolsonarista/

Não esqueça de financiar nosso trabalho, porque assim sua experiência fica melhor e você ainda ajuda no combate à desinformação.

Vale sempre lembrar que você pode e deve seguir o Correio Sabiá, @correiosabia, em todas as redes sociais: combatemos a desinformação, porque achamos que uma sociedade bem informada toma decisões melhores.

leia mais